Publicado em: 00/00/0000

Desgaste do tempo e espessura errada dos fios podem ser grandes ladrões de energia.  

 

Embora demos mais atenção aos elementos estéticos e decorativos numa construção ou reforma, precisamos estar atentos a outros aspectos que ficam escondidos atrás das paredes, fora do alcance dos nossos olhos: a fiação elétrica.

Os cabos de energia são de extrema importância para a estrutura e segurança da sua casa, pois uma fiação elétrica de qualidade, que respeita as normas técnicas e as suas necessidades, evita com que surjam dores de cabeça futuramente, além de desperdícios de energia que pode custar caro. 

Por isso, criamos um guia para te ajudar a entender melhor como a fiação influencia no gasto da energia elétrica.

 

Espessura dos cabos

No mercado, existem espessuras de cabos específicos para cada necessidade que evitam o gasto desnecessário de energia elétrica, e cada espessura condiz com a quantidade de corrente consumida pelo aparelho. A seguir, fizemos uma lista das espessuras ideais para cada necessidade.

 

·      1,5 mm: iluminação em geral;

·      2,5 mm: tomadas de uso convencional (eletrodomésticos, TV, computadores, etc.);

·      4 mm: chuveiros e torneiras elétricas;

·      6 mm: ar-condicionado.

 

A fiação com espessura diferente da necessária pode causar superaquecimento dos fios, provocando desperdício de energia e até mesmo acidentes.  Por isso, recomendamos que antes de comprar a fiação elétrica, verifique com um profissional quais as espessuras necessárias, metragens etc.

 

Validade 

Normalmente, os cabos de energia não têm uma validade específica, pois sua durabilidade depende muito das condições de instalação, armazenamento e utilização. 

Mas é normal que, ao longo dos anos, a fiação elétrica sofra desgastes, limitando a utilização e eficiência dos fios, aumentando o valor da conta de luz. Um dos desgastes refere-se à quantidade de eletrodomésticos da casa, pois com o tempo, a tendência é aumentar o uso de energia com aparelhos elétricos, resultando em um gasto maior que a capacidade da rede. 

Dessa forma, recomenda-se que se faça uma revisão pelo menos a cada cinco anos. Ela tem como objetivo encontrar possíveis falhas, ligações com defeitos, fuga de energia, verificar a qualidade da instalação elétrica e se a rede ainda é compatível com a quantidade de eletrodomésticos da casa. É com essa revisão que será identificada se a fiação está ou não “dentro do prazo de validade”.

 

Fiação elétrica é coisa séria, por isso, procure sempre a orientação de um profissional para executar esse tipo de tarefa. E para adquirir tudo o que você precisa para uma rede segura e eficiente, passe em uma das lojas Constru&Cia.

 www.redeconstruecia.com

Fiação elétrica: entenda como ela influencia no gasto de energia